Chapter 05: Welcome to the Chill Manor

Ir em baixo

Chapter 05: Welcome to the Chill Manor

Mensagem por Vinyl Scratch em Ter Mar 20, 2012 3:41 pm

Dessa vez nossos herois acabam se deparando com uma mansão mal assombrada, será que consiguiram se sair bem dessa?

Spoiler:

Blade Storm para um momento com um olhar pensativo.

Blade Storm diz:

E oque você propõem?

Trisha diz:
Preparo, para que não tenham que se submeter a ninguém contra sua vontade.

Blade Storm diz:
Preparo é bom, mas apenas preparo não vai levar a nada. Provavelmente tem um plano para acabar com esse grupo tirano...não é?

Trisha diz:
Claro que temos,não são todos de lá que são maus, a maioria é manipulado para acreditar em alguma realidade inventada, quando defenderam Alice foi uma prova disso.

Blade Storm diz:
Algum deles defendeu a pequena?

Blade Storm olha confuso.


Trisha diz:
Não, mas não sabiam da verdadeira face da pessoa foram designados para defender, com certeza ficaram mais impressionados que você

Blade Storm diz:
...Isso me lembra, encontramos um padre do Sol quando salvamos a pequena, ele acabou se tornando um enorme mostro. O que diabos era ele? Você saberia me dizer?

Trisha diz:
Greed

Blade Storm diz:
Greed?

Blade Storm olha mais confuso ainda.

Trisha diz:
Hm, ela era uma das mais poderosas guerreiras do sol, foi corrompida pela ganância e só o que pensava era em ter mais poder, mesmo não estando preparada.
Desde então ela é Conhecida como Greed

Blade Storm abaixa aba de seu chapéu de forma a cobrir completamente seus olhos.

Blade Storm diz:
... Viver a vida em busca unicamente de poder é um caminho triste. Não importa o quão talentoso uma pessoa é, se dentro dela só há busca por poder o final vai ser sempre a autodestruição.

Blade Storm falava com uma voz monótona.

Trisha diz:
Por isso ela é aquela forma distorcida que vistes, não sobrou nada de seu coração, já que segundo ela só a atrapalhava a ter mais poder.

Blade Storm morde deus lábios.


Blade Storm diz:
Quantas vezes terei que ver a mesma coisa... Porque é tão difícil fazer as pessoas intenderem que a força verdeira vem do coração! Jogar seu coração fora é o primeiro passo para se tornar mais fraco, não mais forte!

Trisha diz:
Certo.. *virava para trás e saia do campo de treinamento*
Trisha Levava Blade a uma quente sala, Bastante forjadores trabalhavam ali, e até ensinavam fillies, que eram em maioria filhos
Blade Storm se acalmava com a caminhada e ao ver os forjadores se maravilhava, nunca tinha visto algo do gênero.

Blade Storm diz:
Nossa... e pensar que todos esses lugares ficam dentro de um único templo, fascinante!

Trisha ia a próxima sala, aonde tinha treinamento a distância, até mesmo uso de armas que nunca se havia visto antes.

Ruby diz:
O primeiro pedaço é encontrado em uma antiga mansão em um pico gelado, os donos de lá eram muito respeitados, mas nunca mais foram vistos

Smithy John finalmente acorda e aparece na porta, com cara de sono.

Blade Storm continua comendo freneticamente.

Smithy John se senta ao lado de Blade e começa a comer tão rápido quanto ele.

Tommy Vekep entra na sala do café morto de sono

Tommy Vekep encosta em um canto e se enche de café

Ruby diz:
E hmm... era uma das jóias da família, podem ajudar a pequena a catalizar os poderes dela mais facilmente

Blade Storm continua comendo.

Tommy Vekep nem presta atenção na alicorne, apensa fica olhando pela janela tomando seu café e comendo um bolinho

Smithy John enchia a boca de presunto, não dando atenção à alicorne.

Ruby ficava sem jeito

Tommy Vekep agora já entendendo o que é o mundo real , vira para um dos seus colegas e pergunta: A quanto anda a história da menina?

Blade Storm para por um instante, ainda com comida na boca e fala.

Smithy John , com a boca cheia de presunto, olha para o dragon pony e tenta falar, mas acaba não conseguindo falar nada.

Blade Storm diz:
Bem...*crunch crunch* Agente vai meio que...* engole* Ter que ir para uma montanha gelada buscar um amuleto pra ela, sabe como é, o comum.

Blade Storm volta a comer como antes.

Mark Skar olha para blade e diz:

Mark Skar diz:

educação e disciplina não são inclusos no treinamento?

Blade Storm engole comida e para por um segundo.

Trisha diz:
Quando matar alguém, deixe o corpo para enterrarem, é toda educação qual precisa.

Tommy Vekep diz:
Ah...montanha...po, que droga...é animada a coisa aqui pelo que eu vi ontem, não quero ir para o meio do mato

Blade Storm diz:
Claro que estão pequeno, já ate te ensinei para não sair por ai enfiando o florete nos outros.

Blade Storm volta a comer.

Mark Skar diz:
ah, mas eu só enfio em quem tem de ser estocado

Blade Storm para mais uma vez.

Blade Storm diz:
Claro...por isso me atacou no meio da rua por nada.

Blade Storm sorri e voltar a comer.

Tommy Vekep termina de comer, e sai da sala para fumar com um copo de café na mão

Blade Storm vê que acabou a comida e se levanta lentamente.

Mark Skar diz:
assim como eu quis o atacá-lo novamente esta manha? lutar contra quem é mais forte poder ser emocionante

Blade Storm diz:
AH mas que beleza...fazia tempo que não comia tão bem....Obrigado a vocês.

Blade Storm tira o chapéu como quem agradecia.

Ruby diz:
Não foi nada..

Smithy John pega um pernil enorme e coloca dentro da mochila.

Smithy John diz:
Hã... obrigado pela comida...

Blade Storm olha para Mark e nem o responde, só o puxa pelo pescoço e vai saindo pela porta seguindo Tommy.

Blade Storm diz:
Bem, hora de buscar um amuleto!

Blade Storm diz:
Venha amigo escamado, temos que pegar o amigo monge.

Tommy Vekep diz:
Ok...espera só eu terminar aqui

Tommy Vekep dá mais uma puxada e apaga o cachimbo, se preparando para ir

Smithy John , após colocar toda a comida que conseguiu dentro da mochila, se dispõe com os outros para a viagem às montanhas.

(!) viajavam com o monge guiando-os, até chegarem na montanha de gelo, ao meio do caminho para a grande mansão, se via ela no horizonte, mas a neve que caia ficava cada vez mais forte a medida que ia chegando perto

Daivat Tundra diz:
Quem se aproxima?

Daivat Tundra diz, tentando se manter fora da visão dos outros.

Mark Skar diz:
olha ao redor, tentando encontrar a fonte do som

Smithy John começa a ficar nervoso.

Tommy Vekep diz:
Olá senhor, somos apenas viajantes... *fica feliz por finalmente ninguém vir querendo matar ele*

Smithy John puxa seu martelo, trêmulo.

Blade Storm sai andando reto em direção a mansão no pico da montanha.

Blade Storm diz:
Bem seja lá quem for, se for importante vai aparecer na nossa frente.

Blade Storm diz com um sorriso.

Aisla Adamina diz:
Mas quem viver antes de congelar por aqui?

Daivat Tundra diz:

Vocês tem certeza que podem subir esta montanha no meio de uma nevasca?

Smithy John ainda tremendo, tenta avistar a fonte da voz que ouviam.

Aisla Adamina diz:
sim *confiante*

Daivat Tundra diz, um pouco mais perto, o suficiente para aparecer uma silhueta na nevasca.

Smithy John avista a silhueta, com o martelo em mãos, tremendo muito.

Blade Storm fica olhando para a silhueta, esperando ela se revelar.

Daivat Tundra caminha em direção ao unicórnio que está com o martelo, aos poucos se revelando.

Smithy John não se aguentando de nervosismo, avança no pônei de gelo que apareceu.

Blade Storm olha curioso.

Smithy John diz:
Só pode ser um wendigo! Aprendi sobre eles na minha escola em Canterlot!

Blade Storm diz:
Esse lugar é incrível... primeiro um pônei com escamas, e agora um pônei feito de gelo...esse lugar nunca para de me surpreender.

Blade Storm diz com um grande sorriso no rosto.

Daivat Tundra forma um escudo de gelo.

Smithy John acerta uma marretada no escudo, quebrando-o.

Smithy John diz:
A discórdia que você procura não existe por aqui!

Aisla Adamina faz uma bola de gelo com uma pedra dentro e a lança na nuca de John

Blade Storm vai se aproximando do pônei de gelo, quando mais perto ele chega vai percebendo que o pônei é bem maior do que parecia.

Smithy John leva a pedrada e cai pro lado, resmungando.

Tommy Vekep diz:
Desculpe nosso amigo, ele é um pouco precipitado...

Blade Storm olha surpreso pra zebra.

Blade Storm diz:
Belo arremesso...eu acho.

Daivat Tundra diz:
Sem... problemas...

Blade Storm diz:
Diga amigo gelado... oque exatamente é você?

Blade Storm diz super curioso.

Aisla Adamina diz:
Irá me agradecer depois

Daivat Tundra diz:
Sou um titã de gelo. Um dos poucos... que estão vivos por aqui...

Daivat Tundra está meio nervoso.
Smithy John permanece deitado, resmungando, sua perna mecânica se mexia involuntariamente.

Tommy Vekep diz:
Nossa, está viagem está ficando cada vez mais diferente...primeiro conheço o templo da lua e agora um lendário titã...é um prazer senhor, Tommy Vekep.

Blade Storm diz:
Wow... nunca via nada desse gênero antes!

Blade Storm vê que Mark ta jogado no chão desmaiado , chega perto dele e diz virando os olhos.

Daivat Tundra diz:
Prazer... meu nome é... Daivat Tundra...

Blade Storm diz:
Na hora de brigar você é todos esquentadinho, agora na hora de subir a montanha você desmaia?... Que belo aprendiz que eu tenho.

Blade Storm poem o Mark nas costas.

Tommy Vekep diz:
Uh...parece que temos uma baixa...colega, temos que ir até...é...algum lugar nas montanhas com uma casa grande, conhece alguma?

Aisla Adamina Fica observando john caído

Daivat Tundra olha para o pequeno pegasus desmaiado, e depois para o unicórnio caído.

Smithy John estava desperto, apenas caído, sem vontade de se levantar.

Aisla Adamina cutuca com a zarabatana

Smithy John continua deitado.

Daivat Tundra diz:
Vocês estão indo... para aquela casa? Não acho que... vocês vão conseguir... ao menos no meio desta nevasca e tendo que carregar uns aos outros...

Smithy John se põe de pé, resmungando com uma pata na nuca.

Daivat Tundra dá um facehoof...

Aisla Adamina diz:
..u.u..

Daivat Tundra diz:
Principalmente você, que está mais fraco que um graveto.

Aisla Adamina canaliza forças para o curar

Tommy Vekep diz:
Bem, ou tentamos ir para lá ou esperamos o resto de nós congelarem também...então acho melhor a primeira opção

Smithy John olha para Mark.
Blade Storm vai ate John e o ajuda a levantar.

Smithy John puxa um foguete pequeno e o liga, segurando-o ao contrário perto de mark para o aquecer.

Daivat Tundra diz:
Entendo... então creio que não tenho escolha... terei de guiá-los até lá.

Smithy John vira o foguete pra cima e o solta, fazendo-o explodir no alto.

Tommy Vekep diz:
Sim sim, seria muito bondoso de sua parte...*vira para os colegas e fala* "Vamos rápido, o senhor Daivat disse que pode nos levar até a casa"

Blade Storm olha pro foguete explodindo.

Daivat Tundra diz:
...Está me chamando de velho por um acaso? Tenho apenas 570 anos!

Blade Storm diz:
Você e suas engenhocas John... Vem se segura, vai ser um longa escalada.

Daivat Tundra se irrita ao ser chamado de senhor.

Smithy John diz:
São só alguns brinquedos...

Tommy Vekep diz:
O que aconteceu com os pôneis ultimamente que não aceitam mais serem tratados respeitosamente? Você já é o segundo que fala isso essa semana

Daivat Tundra diz:
Enfim... *pigarreia* Melhor irmos, parece que a nevasca vai piorar.

Tommy Vekep segue o pônei de gelo no caminho que ele mostra

(!) Chegam na grande mansão, o portão que dava ao jardim estava caído, a fonte congelada, e uma grande escadaria levava para a porta da frente

Smithy John olha para o portão...

Blade Storm diz:

Ok... Prontos?

Daivat Tundra diz:
Ainda não sei o que vocês querem fazer aqui...

Tommy Vekep diz:
Negócios do templo da lua

Smithy John começa a tirar alguns pedaços de metal do portão e coloca na mochila.

(!) come

Blade Storm se vira para Daivat e pergunta.

Blade Storm diz:
Amigo gelado, sabe oque posso encontrar dentro dessa casa?

Daivat Tundra diz:

Não sei, que eu saiba ela está abandonada faz tempo.

Daivat Tundra percebe a neve aumentando.

Aisla Adamina vai rápida até a grande porta de madeira, pois sabe do perigo de uma tempestade de neve

Daivat Tundra diz:
Melhor entrarmos...

Blade Storm diz:
Hmm... Pois bem.

Blade Storm sai entrando.

(!) a mão era muito bem decorada e conservada, muito ao contrário da parte de fora, no Hall principal tinha um enorme tapete vermelho que ia para as grandes escadarias, duas portas de cada lado no pé da escada e uma de cada lado do salão principal.

Blade Storm olha para Tommy.


Blade Storm diz:
Da uma olhada nisso aqui amigo escamado! Isso sim é luxo.

Daivat Tundra diz:

Muito bem conservada... para o que devia estar abandonado...

Tommy Vekep diz:
Sim, daria para abrir um hotel de inverno aqui creio eu...

Smithy John diz:
...De repente me sinto na minha casa em Canterlot...

Daivat Tundra diz:
Canterlot? O que é isso?

Smithy John diz:
...deixa pra lá.

Smithy John fica meio deprimido.

*parte do log perdida*

Ao observar melhor o salão foram encontradas três caixas totalmente lacradas, e se tentou abri-las. Tommy abriu a primeira caixa usando seu poder da mente, encontrando dentro dela uma chave, em sequência Blade consegui abrir uma caixa usando sua força e encontrando dentro dela uma pequena esmeralda, a ultima caixa foi aberta quando White Puff, ao tentar segurar a caixa não conseguiu, fazendo com que ela caisse de uma certa altura e a abrindo com o impacto, dentro desta caixa foi encontrado um barra de ouro.
Quando a última caixa foi aberta, uma criatura fantasmagórica apareceu, o Smithy John ragequitou porque ela destruiu o robozinho dele, Tommy tentou olhar dentro de sua mente mas foi impedido por uma fillie e Daivat acabou com o fantasma com uma martelada ou machadada, não lembro.
avatar
Vinyl Scratch
WOOB WOOB WOOB
WOOB WOOB WOOB

Mensagens : 65
Data de inscrição : 20/03/2012
Idade : 26
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum